Search
Conteúdo vende! … mas é preciso saber fazer. – iSee Retail Agency
10292
single,single-post,postid-10292,single-format-standard,eltd-core-1.0,woly-ver-1.0,eltd-smooth-scroll,eltd-smooth-page-transitions,eltd-mimic-ajax,eltd-grid-1200,eltd-blog-installed,eltd-main-style1,eltd-disable-fullscreen-menu-opener,eltd-header-standard,eltd-sticky-header-on-scroll-up,eltd-default-mobile-header,eltd-sticky-up-mobile-header,eltd-menu-item-first-level-bg-color,eltd-dropdown-default,eltd-,eltd-header-standard-disable-transparency,eltd-fullscreen-search eltd-search-fade,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

Blog

iSee Retail Agency / Conteúdo  / Conteúdo vende! … mas é preciso saber fazer.
KitchenAid Stand Mixer por iSee Retail Agency

Conteúdo vende! … mas é preciso saber fazer.

Olá pessoal,

Hoje gostaria de compartilhar com uma postagem do início do ano que ainda continua rendendo e muito. Típica pergunta de 9 em 10 reuniões: Em qual conteúdo devo investir para vender mais? Tente responder…

Se sua resposta for a dúvida não estranhe. Para um mercado que ainda está aprendendo a vender com base na informação de qualidade, ainda temos muito caminho a entender sobre o comportamento dos consumidores principalmente se tratando daqueles que geram conversão. De qualquer forma, vou tentar de alguma forma aqui ajudar com base nas centenas de experiências e aprendizados acumulei nessas quase duas décadas de varejo digital.

Uma das reações mais comuns nessas rodadas estratégicas são as dos que querem o all-win só que se esquecem de que isso pode custar caro, muito caro. Imagens montadas com perfeição no Photoshop, vídeos cinematográficos, imagens em 360º, realidade virtual, aumentada, QR Code e mais algumas dezenas de itens são sugeridos a esmo e sem muita reflexão até chegar a conta dessa aposta… Ai tudo vira reflexão, que vira corte, que vira frustração.

Por que oferecer tudo? Será que seu cliente quer tudo isso? Mesmo que queira, a conta fecha?

Em tempos complicados como esse, não podemos deixar de refletir muito nessas perguntas. As ações devem ser precisas, com resultados minimamente garantidos. Para isso você precisa conhecer seu cliente.

Vamos a prática!

As compras

Entro em um grande e-commerce com o desafio de comprar um carrinho de bebê. São centenas! Parece que todo o mundo resolveu fazer carrinhos de bebê! Vamos tentar filtrar as opções por uma marca famosa ou por uma indicação de conhecidos… aqui seu conteúdo ainda não ajudou muito.

A sorte

De tantas opções encontrei uma que me parecia confiável e acessei a página do produto. UAU! Olha só o All-win aqui!
Uma dúzia de fotos de delegacia (frente, lado, costas…), um vídeo lindo de uma mãe italiana passeando com seu bebê italiano pela Toscana, 360º mostrando a mesma coisa que as fotos… (custou caro tudo isso).

“A” experiência

Nada nessa enxurrada de informações lindas me ajudou a realmente querer gastar uma pequena fortuna em um carrinho. Queria explicações, precisava saber sobre a experiência de se ter um daqueles. Bookmark e já volto.

A evasão

Não encontrei informação valiosa na loja, vamos ao Google! Encontrei em uma loja americana o que chamo de conteúdo ideal para o consumidor certo. Era um vídeo com uma produção bem simples, poderia ter sido feito com um bom telefone, mas mostra a compradora da categoria, que faz questão de dizer seu nome, que é mãe de 2 filhos, apresentando o produto. Ela de maneira muito “mãe” abriu, fechou, levantou e mostrou tudo que uma mãe ou pai gostariam de perguntar a um vendedor.

Isso é experiência! Ela me vendeu o produto e infelizmente a loja era nos EUA o que me obrigou a comprar aqui em outra loja. Replique isso a milhares de produtos a venda em suas lojas todos os dias (conversão indo para o ralo).

Resumindo..
O conteúdo precisa ser vendedor!!
Se não for, está no canal errado. Estamos falando de e-commerce! Ele precisa explicar seu produto, fazer a vez de um bom vendedor na loja, esclarecer dúvidas. O conteúdo precisa ter foco para não ser uma chatice envelopada em uma carinha bonita.

Nós aqui na iSee temos como principal rotina entender, estudar e aplicar modelos de informação que sejam relevantes aos consumidores, dentro também das expectativas e orçamento de quem vende. Não estou dizendo que sair fazendo vídeos com o celular vai resolver o problema mas garanto que aquele conteúdo lindo mas sem sentido não agregaram em nada na hora da decisão.

Entenda para quem está vendendo, entenda o que ele quer, venda o que ele precisa ouvir. No final, todos saem satisfeitos!

Se quiser entender um pouco mais sobre experiência no varejo, fique ligado no nosso canal no LinkedIn ou se preferir, ligue na nós que ajudamos a entender o que você precisa.

Abraços!

Flavio Salomão

Com 18 anos de experiência no varejo on-line, Flavio Salomão já participou de projetos com as maiores companhias de varejo do país como B2W e Walmart.com e hoje está a frente da iSee Retail Agency que é responsável pela comunicação de produtos no varejo de companhias como Philips, Samsung, Epson, Electrolux, Mattel, Tramontina, Whirlpool, entre outras.

Follow:

No Comments

Leave a Reply